O Poder do Eu Te Amo e da Tipografia

Fontes em Uso
As palavras do Piangers têm poder. Elas já mudaram vidas.

Não é exagero, enquanto fazíamos este livro, ele me enviou páginas e páginas de histórias de pessoas que lhe escreveram para contar como suas palavras as ajudaram a se reconectar com os filhos, a aliviar a dor numa cama de hospital, a perdoar uma ausência imperdoável, a lhes dar coragem para seguir vivendo, ao invés do contrário.

Já desenhei letras que foram vistas por bilhões de pessoas, mas este é o projeto mais importante da minha carreira. Importância é relativo e individual, mas acho que não tem relação com alcance, ou em ter uma marca multinacional no portfólio, é importante porque é o que realmente importa. Eternizar em livro a mensagem ’O Poder do Eu Te Amo’, do Marcos Piangers, irá mudar outras tantas vidas mais.

Um dos meus ídolos é David Carson, sociólogo e surfista que abalou os alicerces do design tradicional na década de 90. Ele forçava os leitores a decifrar (ou abandonar) suas peças gráficas praticamente ilegíveis. Sempre vi suas páginas como convites para a descoberta, da mensagem e das camadas de significados que a reforçavam. O equivalente tipográfico das capas de Sandman, pelo Dave McKean (outro ídolo meu, aliás).

No projeto deste livro, não bastaria que as palavras fossem legíveis e cristalinas. Elas precisavam ganhar vida, não convidar, mas puxar o leitor a descobrir, página a página, a sua própria força através da mensagem do Piangers. Que aliás, aproveitando, se ainda não ficou claro, é meu ídolo. Não o conhece ainda? Recomendo este livro. Tem letras lindas, não que sejam realmente importantes.

 








































Descubra
www.opoderdoeuteamo.com

Comprar pela Belas Letras
Comprar pela Amazon
Comprar pela Saraiva
Comprar pela Cultura


 


Notícias relacionadas